Skills Building

Quando se intervém nas empresas para criar ou desenvolver competências, existem sempre dois desafios: O primeiro é que as pessoas sabem fazer o seu trabalho, ou não fariam parte dessas equipas. Têm consciência disso e é sempre preciso começar por provar que temos algo interessante e válido para partilhar com elas. O segundo é que, muito mais difícil do que incutir novas formas de pensar, é remover as antigas forma de pensar e de agir. É essa a missão da Mindsetters nesta área: não damos formação; ajudamos a mudar mentalidades, nos vectores-chave que mostramos abaixo.

Pensamento estratégico

Como já dissemos, quanto mais o enquadramento estratégico de uma empresa flui com claridade para todas as equipas que a formam, maiores as probabilidades de sucesso de toda a empresa. Para isso é necessário ajudar essas equipas a entender e aceitar os diversos componentes de uma estratégia sólida e consistente. Dos vários tipos de objectivos até à proposta de valor, passando por frameworks e segmentações, tudo se torna claro com estas CTS’s (Critical Thinking Sessions), que são sempre personalizadas:

  • Objectivar Objectivos
  • Strategy Framework
  • STP (Segment, Targeting, Position)
  • Value Proposition
  • Análises Estratégicas

Os novos comportamentos digitais

Tanto em áreas de Business to Consumer como de Business to Business (ou B2P, como já se afirma), o comportamento de quem compra alterou-se profundamente nos últimos anos. Se sempre existiu um fosso entre gerações, hoje ele é um verdadeiro “Canyon”. E se uma grande parte desses comportamentos é observável, outras há que implicam um olhar pelos bastidores do digital. Pela forma como tecnologias, novos negócios e fluxos de informação moldam esses comportamentos, com ou sem consciência. Nomeadamente:

  • Internet Advertising
  • Search Engine Marketing & SEO
  • I.A. & Programática
  • Content & Inbound Marketing

Performance de vendas

O gestor experiente sabe que a performance das vendas não se mede apenas pelos resultados de facturação. Todos conhecemos casos, inclusive em Portugal, em que as vendas vão “de vento em popa”, mas os resultados líquidos são negativos e a fidelização é nula. Isto acontece sempre que a venda acontece sem olhar a meios. E sobretudo, sem olhar à experiência de cliente, sendo praticamente uma evidência que a venda perfeita é sempre aquela em que a gratidão do cliente dá lucro a curto, médio e longo prazo. É esse o tema subjacente a esta CTS.

  • Profitable Gratitude

Serviço a cliente

Se há CTS que recomendaríamos a todos os níveis em qualquer empresa, é precisamente esta. Todos já concordamos no reinado absoluto da experiência de cliente (CX). Mas a CX não é, nem deveria ser, do foro exclusivo de um departamento de serviço a clientes – mas sim de toda a empresa. É essa realidade que debatemos e tornamos presente nesta Critical Thinking Session.

  • CX Rules

Contacte-nos

Avenida da República 47, 4Dto
1050-188 Lisboa, Portugal